O SAMBO é uma arte marcial hibrida de origem russa, que já existia muito antes de artes marciais mistas (MMA). Possui quase todos os movimentos que se possa imaginar e técnicas englobando todas as distâncias de combate: punhos, cotovelos, joelhos, pernas, quedas, projeções, raspagens, estrangulamentos, chaves e todos os tipos de submissões.

SAMBO (em sua versão esportiva) é uma das quatro principais formas de Wrestling amador competitivo praticadas hoje, juntamente com a luta Greco-Romana, estilo livre de luta (luta olímpica) e Judô.  É governado mundialmente pela FIAS e no Brasil pela CBAS, Confederação Brasileira Amadora de SAMBO.

A palavra SAMBO é um acrônimo em russo para “САМозащита Без Оружия“, САМБО, ou “SAMozashchita Bez Oruzhiya“, SAMBO, que significa defesa pessoal sem armas.

SAMBO nasceu da necessidade de aparelhar com técnicas de combate as forças armadas soviéticas. Equipes de especialistas surgiram para melhorar o sistema de combate, baseados em viagens aos países de origem de artes marciais consideradas eficientes e em conhecimentos prévios de militares que estiveram nesses países. Estas equipes de especialistas pesquisaram artes marciais de diversas partes do mundo como Japão, China, Europa e Mongólia para integrá-los em um único sistema com uma mistura de um total aproximado de 25 diferentes lutas das repúblicas soviéticas e da estepe russa. Alguns dos sistemas de combate regional incluíam Tuvan Khuresh, o mongol Khapsagai e Bökh, Chuvash Akatuy, o Chidaoba georgiano, o Kurash Kokh armênio e Usbeque. O resultado das pesquisas foi uma seleção das melhores técnicas de disciplinas como Judô, Aiki-JuJutsu, Jiu-Jitsu, Boxe Francês (Savate), e diversos tipos de Kung Fu/Wushu como Shuai Jiao (forma de Wrestling criado pelos chineses), que se fundiram com as lutas nativas e também técnicas de esportes olímpicos como o Wrestling, sempre testando essas disciplinas com base nos conhecimentos de anatomia e dinâmica corporal, o que fez surgir golpes e técnicas especificas de SAMBO.

Mas o SAMBO não surgiu assim tão linearmente, como pode parecer à principio. Duas variantes principais iniciaram o desenvolvimento do SAMBO e depois foram unificadas em um único sistema e, portanto, disputam o título de fonte do SAMBO.

sambo_historia

O SAMBO originou-se da junção de técnicas de autodefesa criadas ao mesmo tempo, porém independentemente, por Vasili Oshchepkov (1892-1937) e Viktor Spiridonov (1881-1943), técnicas estas com o mesmo nome (SAMBO) porém com estilos diferentes. O estilo proposto por Spiridonov, um notório pesquisador de lutas, possuía raízes na luta Greco-Romana, lutas eslavas, Aiki-jiu-jitsu japonês e diversas lutas chinesas. Spiridonov foi o primeiro a desenvolver técnicas relacionadas ao SAMBO.

A influência Oshchepkov eram os Aiki-jiujitsu, Tenjin Shin’yo Ryu e Kito Ryu, além do Judo. O estilo proposto por Oshchepkov é o que mais se assemelha ao SAMBO atual.

Anatoly Kharlampiev (1906-1979), aluno de Oshchepkov, aprimorou o estilo proposto pelo mestre, compilando ainda as técnicas de Spiridinov. Foi também o responsável pelo reconhecimento da arte marcial junto ao comitê de esportes da URSS. Por suas contribuições técnicas e políticas, é reconhecido, por vezes, como criador do SAMBO contemporâneo.

Entretanto, não há um consenso universal sobre a existência de um criador único do SAMBO.